Browse By

Before We Go (Crítica)

‘Você já teve a sensação de que uma pessoa seria muito importante na sua vida?’. Em determinado momento de Before We Go, a protagonista cita essa frase e ela não poderia se encaixar melhor no que eu gostaria de dizer. Além de ser o questionamento de algo que muitas pessoas já passaram, serve também perfeitamente para filmes, livros e outras coisas a mais que trombamos ao longo de nossa vida. Você não precisa de muito para saber se algo vai ou não te marcar de alguma forma, afinal, podemos enganar qualquer coisa, menos os nossos sentimentos e aquela voz baixinha no fundo de nossa mente. Ou seja, não foi muito difícil de entrar nessa história e notar que ela teria mais a oferecer do que eu imaginava.

Tendo a madrugada Nova Iorquina como cenário, acompanhamos Nick, um rapaz que toca trompete e está treinando na estação central de trem para um audição que fará no dia seguinte. Enquanto isso, Brooke foi assaltada e está correndo para pegar o transporte para voltar para sua cidade; claro que o destino ia dar uma rasteira e a azarada (ou não né?) acaba perdendo sua carona, tendo que esperar algumas horas até que o lugar abra de novo. Ele, em um momento de boa ação, se compromete a ajuda-la e o que parecia ser apenas uma noite comum, pode transformar a vida dos dois para sempre 🙂

NEoLpWwbcr9grt_1_a

Com uma história leve e simples, nos deparamos com um romance bem diferente do habitual. Quer dizer, ele segue os moldes de Antes do Amanhecer e com certeza merece ser visto em um momento onde você esteja disposto a dar uma refletida sobra escolhas, atitudes e como você viveu (ou conviveu) sua vida até o presente. Não que ele seja um filme cabeça, cheio de nuances ou algo do tipo, mas apesar da trama aparentemente sem compromissos, nele se esconde algo que vai muito além do que pensávamos e esta é a melhor coisa de Before We Go, com esse jeitinho de sessão da tarde, ele conquista pela simplicidade e realismo com que aborda um tema tão pessoal e delicado: relacionamentos afetivos.

Grande parte dessa fofura vem do carisma gigantesco de seus protagonistas, interpretados por Capitão América Chris Evans e Alice Eve (Star Trek). Os dois são maravilhosos juntos e conseguem passar muito bem as sensações que seus personagens estão sentindo, afinal de contas, são duas pessoas que não se conhecem e ao longo da madrugada passam por diversas situações, algumas engraçadinhas, outras mais sérias, que os fazem pensar em como suas atitudes e a de terceiros, são influentes de alguma maneira. Gosto bastante quando um filme insere questionamentos tão pessoais de uma forma natural e sem forçar a barra, saca? Before We Go funciona completamente neste aspecto e faz que o espectador se identifique com seus personagens, que são pessoas normais, com dramas igualmente comuns. Chris Evans, em sua estreia como diretor, conseguiu captar muito bem esta essência, tornando deste um filme obrigatório para quem busca um romance diferente e que, mesmo com todos os clichês, tenha algo relevante a ser dito.

alice eve and chris evans BEFORE WE GO

Before We Go é um filme muito bonitinho, desses que você assiste e fica com um sorriso no canto do rosto.  Não é daqueles que te faz chorar e achar que nunca mais vai ser feliz na vida, muito pelo contrário, se você estiver disposto, vai se deparar com uma história cheia de diálogos interessantes e momentos muito fofos que dão vontade de guardar em um potinho. Eu realmente não esperava que ele fosse mexer tanto comigo, de uma maneira extremamente positiva e que ganharia um espaço significante nos meus pensamentos. É para ser visto e revisto com o coração, você não vai se arrepender 😉

estrelas-09-12


 


Victor


Victor Piacenti
Editor Chefe | | Também do autor.

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>