Browse By

Caça Fantasmas (Crítica)

Caça Fantasmas foi com certeza um dos filmes mais polêmicos de 2016, afinal, depois que seu primeiro trailer teve um recorde de rejeição monstruoso no Youtube, ninguém mais sabia o que esperar dessa patifaria toda. Rolaram alguns boatos envolvendo problemas de produção, um suposto roteiro vazado na internet (que inclusive eu li, rs) e ai pronto, a desgraça foi instalada e o filme estava fadado a ser um dos maiores fracassos do ano, segundo especialistas. Particularmente não o esperei com tanta ansiedade, apesar de gostar bastante das versões antigas, este aqui não me despertou aquela vontade alucinada de assistir; só que de uns dias pra cá isso mudou um pouco, o marketing dele foi ficando cada vez mais hardcore e putz… eu realmente precisava saber a resposta da pergunta que muita gente se fez nos últimos meses: ‘SERÁ QUE O NOVO CAÇA FANTASMAS É BOM?’

A história é simples, Erin é uma professora universitária que há uns anos escreveu um livro sobre paranormalidade junto de sua ex-amiga Abby, que ainda dedica a vida aos estudos do mundo espiritual e na companhia de sua assistente, Jillian, sonha em fazer contato com o outro plano. Quando alguém começa a liberar fantasmas por Nova Iorque, cabe a esse trio se juntar a Patty, uma moça que trabalha nos metrôs da cidade, e assim formar aquele famoso grupo que a gente pode chamar caso haja algum problema na vizinhança 😉

ghostbusters-600x400

Olha, eu não vou enrolar muito para contar para vocês, ok? O FILME É SENSACIONAL. Não há palavras para descrever o tanto de diversão que ele me proporcionou e o quanto eu gostei dele chega a ser assustador. Sério galera, o filme é entretenimento puro e essa é a sua melhor qualidade; mas não é aquele filminho que você assiste, dá umas risadinhas e ponto, aqui a coisa é das boas, tem muita ação, muita aventura, muita comédia e isso é foda! Desculpa o palavrão, mas não tem termo melhor para expressar o que foi esta nova versão. Uma nostalgia deliciosa tomou conta de mim e caramba… estou com vontade de pegar o diretor no colo e dar um abração de urso. Eu amo essa sensação de ficar feliz por ter visto algo legal, principalmente quando minhas expectativas não eram as maiores. A história, além de envolvente, é super empolgante, tem um clima de descontração absurdo e parece que você esquece que existe vida lá fora. Missão mais do que necessária em um filme do tipo, não?

Grande parte do acerto do filme vem do elenco, com certeza. As quatro protagonistas tem uma química maravilhosa e a dinâmica entre elas funciona de uma maneira muito legal. Isso sem falar em Chris Hemsworth, que arrasou demais fazendo o secretário burro e carismático. As piadas, em alguns momentos propositalmente toscas, funcionam bem e transformam essa nova versão de Caça Fantasmas em um filme obrigatório para quem quer curtir um momento agradável, seja na companhia que for, deve ficar melhor ainda com uma pizza de pepperoni e uma garrafona de guaraná! #dicas

21e1dc9f9266d20c37ce346bf3135dc3

Caça Fantasmas calou a minha boca e acredito que vai fazer o mesmo com muita gente. Com um clima descontraído, efeitos 3D bons e uma história super  bacana e envolvente, se tornou um dos meus filmes favoritos do ano e a sensação de querer assistir de novo foi imediata. É uma ótima sessão da tarde, descompromissada e acima de tudo: inesquecível. Sai da sessão querendo uma arma de laser pendurada nas costas e pronto para capturar uns fantasmas, voltei a ser criança e olha… só tenho a agradecer pelas duas horas maravilhosas que passei na companhia desse quarteto. Quando eu quiser diversão, não há dúvidas de quem vou chamar 😉

estrelas-09-13



 

 

Victor Piacenti
Editor Chefe | | Também do autor.

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>