Browse By

Cães de Guerra (Crítica)

Tive a oportunidade de assistir ao filme Cães de Guerra (War Dogs) sem esperar grandes surpresas por conta do elenco. Particularmente, adoro os trabalhos de Jonah Hill e Milles Teller e com certeza já indiquei filmes de ambos para muitas pessoas e graças a essa segurança em relação aos atores, fui de cabeça fria e sabendo que poderia ter uma surpresa boa ou não. Ainda mais vindo de um filme que é baseado numa história real mas vamos lá!

war1

O filme logo começa num flashback de David Packouz (Milles Teller), um ex-massagista de ricaços de Miami que luta por seu ganha pão para sustentar sua família. Cansado da mesmice em sua carreira, David decide investir em um novo negócio que se mostra ainda pior que o anterior. Em um encontro com um amigo de infância, David recebe uma proposta irrecusável para ser sócio de Efraim Diveroli (Jonah Hill) em uma empresa chamada AEY Inc. que lucra com a guerra no Iraque onde descobrem uma iniciativa pouco conhecida do governo que permite que as pequenas empresas possam participar de licitações de contratos militares nos Estados Unidos.

war2

Que surpresa agradável assistir dois protagonistas que tem uma química incrível em cena e que levam um filme arrastado nas costas. E lhes digo o motivo: não há originalidade. Você logo associa o personagem de Jonah Hill com aquele que lhe rendeu uma indicação ao Oscar em O Lobo de Wall Street. Um pouco surtado, usa drogas constantemente e que só quer saber de dinheiro, Efraim é o dono da AEY Inc. e está disposto a tudo para alcançar o sucesso entre os governos que brigam por preços melhores para alimentar seus exércitos com seus respectivos equipamentos.

war4

Acontecem cenas em países em que a guerra estava no seu auge em 2007 como Iraque e Jordânia onde o humor negro presente casa muito bem nas cenas mais tensas, e não se esperava menos uma vez que o filme foi dirigido por Todd Phillips (Se Beber Não Case) e produzido por Bradley Cooper que também faz uma participação importante no filme.

war3

É um tanto previsível todo o processo criado entre os dois amigos que lutam para conseguir fechar negócios com seus compradores, porém tudo é bem conectado e não deixa pontas soltas, mas um sério problema neste filme é sua duração. É longo demais, não tem um ritmo legal, não empolga e faz você sentir que as cenas mostradas láááá no começo pertencem à outra história. Você sente que é lento e vai cansando da falta de empolgação e tenho certeza que funcionaria muito bem se tivesse alguns minutos a menos em diversas cenas que são em demasiado longas.

war5

Honestamente é um filme bom mas é um filme esquecível. Sua grande vantagem são as atuações que mesmo com a falta de originalidade se mostram bem sólidas e que te fazem sentir raiva, pena, alívio e tudo que você deveria sentir ao assistir um filme. Talvez se torne um clássico de Sábado a noite no Netflix que irá render algumas risadas e role um debate entre você e seus amigos sobre as referencias que ele trás como Scarface e obviamente O Lobo de Wall Street.

3

Cães de Guerra estreia dia 8 de setembro de 2016 nos cinemas. 

Natalia Seibert
Editor | | Também do autor.

Sou a diferentona viciada em séries de TV, filmes e fã de Ashley Tisdale. 100% ariana, não manjo nada de signos e já usei muito a desculpa de não querer sair de casa por que estava bem confortável com pijama e pantufa em casa. Não assisto filmes de terror a noite e muito menos sozinha!

>