”CORRA!” é diferente de tudo que vimos nos últimos tempos.

Browse By

CORRA! talvez tenha sido a maior surpresa do de 2017 até o momento. Custando ‘’apenas’’ 5 milhões de dólares, o filme dirigido por Jordan Peele (estreando na função) já arrecadou 180 milhões ao redor do mundo. Se o sucesso de público não é suficiente, o de crítica talvez impressione ainda mais: 99% de aprovação no site Rotten Tomatoes; um feito chocante para um filme de suspense nos dias atuais. Com uma trama diferente do habitual, cujo tema racismo é o fio condutor, este é um filme que até arrisco dizer que tem tudo para se tornar um pequeno grande clássico desta época.

Na trama acompanhamos Chris (Daniel Kaluuya), um rapaz negro que namora com Rose (Allison Williams), uma moça branca e de família rica cheia das tradições americanas. Tudo bem, normal e o amor é lindo, mas é quando ele vai conhecer os pais da moça que a coisa complica, afinal de contas, ao chegar na humilde residência do papi soberano e da mami poderosa, ele nota que algo ali não parece estar certo, principalmente depois de se submeter a uma sessão de hipnose, que bem… CORRE, CHRIS!

Diferente de tudo o que vimos nos últimos tempos, CORRA! realmente é um suspense que merece ser visto, não só por girar em torno de uma questão social, mas sim por colocar isso em pauta de uma maneira claustrofóbica… e divertida. Misturando o terror psicológico com algumas doses de comédia, a trama de Jordan Peele é de uma criatividade imensa e todo seu clima é construído de uma maneira onde conseguimos sentir o incômodo do protagonista e torcer para que ele saia dessa enrascada. A esquisitice do filme é bem bacana e toda sua atmosfera estranha dá um ar bem original que facilmente destaca CORRA! dos outros filmes do gênero.

O filme vai crescendo de uma maneira envolvente, vamos juntando as pistas aos poucos e os minutos finais são surpreendentes e violentos, isso sem contar no fato do diretor usar os clichês do gênero a seu favor e brincar com o que nós achamos que vai acontecer. O diretor não tem medo de transformar a trama e isso é MUITO legal, tenho certeza que você vai ficar pensando nesta história durante um bom tempo, ligando os pontos e pensando em todo o seu desenvolvimento. Acho uma delícia quando isso acontece <3

Claro que o sucesso do filme também se deve a atuação do ator Daniel Kaluuya (Sicario). Chris é um cara super gente boa e está passando por uma bosta de situação que sequer deveria ser um problema, quando a merda vai para o ventilador é bem difícil não torcer por ele e essa empatia dá um gás delicioso na história. Bradley Withford (O Segredo da Cabana) e Catherine Keener (Na Natureza Selvagem) estão maravilhosos como os vilões da trama e todo o ar de soberba e falsidade que eles transmitem chega a dar raiva. Ah, antes que eu me esqueça, o estreante LilRel Howery rouba a cena como o melhor amigo do protagonista, ok? Seu timing cômico é maravilhoso e precisamos prestar atenção nesse ator.

CORRA! é um puta filme de suspense. Simples, cheio de reviravoltas, uma trilha sonora macabra e situações onde o nervoso impera em suas mais diversas formas, esta é com certeza uma peça rara dentro de um gênero cheio de histórias genéricas. Os estúdios precisam entender que a galera curte um pipocão sim e isso não é errado, porém, histórias como essa, com um argumento pertinente e um desenvolvimento criativo, vão muito mais além e acima de tudo: cativam. Talvez isso explique seu sucesso e creio que o título brasileiro não poderia ser mais adequado, realmente… CORRA PARA OS CINEMAS! 😉

Victor Piacenti
Editor Chefe | | Também do autor.

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>