Fora do Rumo (Crítica)

E hoje foi dia de Fora do Rumo, o novo filme do Jackie Chan com Johnny Knoxville (Jackass). A história se passa em Hong Kong e começa quando Bennie Chan (Jackie Chan) perde Yung, seu parceiro na polícia e pai de sua afilhada Samantha (Fan Bingbing) por causa de um criminoso conhecido como O Matador e que ele acredita que seja Victor Wong, um famoso empresário.  Nove anos se passam e Bennie ainda está obcecado em provar sua teoria, causando problemas na polícia, então é afastado pelo chefe para que tire uns dias de descanso.

Enquanto isso, sua afilhada Samantha trabalha em um cassino e é enganada por um dos hóspedes, um malandro trapaceiro chamado Connor Watts (Johnny Knoxville), que é acusado de roubar 1 milhão de dólares. Ela é ameaçada pelo dono do cassino, que nossa nem imaginávamos, é Victor Wong! Samantha então pede para Bennie encontrar Connor (que também está sendo perseguido pela máfia russa) e levá-lo de volta ao cassino.

jackie-chan-academia-do-sofa

E o resultado foi o esperado. O mesmo do mesmo. Jackie Chan e toda sua história em Hollywood é assim, quase como se ele sozinho significasse um gênero cinematográfico com suas características próprias.

Uma comédia com artes marciais, piadas sem graça, Hong Kong, mulheres lutando com roupas apertadas e curtas, um vilão que precisa ser impedido, um objeto que precisa ser protegido, uma mocinha nas mãos do vilão, sempre um ator de comédia diferente e uma saga com muita trapalhada até dar tudo certo no final, mas não antes de um dramalhão enorme e de um ‘nossaaa todo mundo vai morrer, a mocinha vai sofrer, o vilão vai fugir!!!!’ Até que não, milagres acontecem e tudo dá certo. E com Fora do Rumo não seria diferente.

fora-do-rumo-academia-do-sofa

Mas ainda sim, Jackie Chan tem um espaço no meu coração. Seus filmes lembram infância, tardes em casa e risadas. Acho que ele consegue cativar muitas pessoas da nossa geração e dos nossos pais também, além de ter um público fiel.

Sua parceria com Johnny Knoxville funciona, aconteceu uma química, uma simpatia e tiveram timings perfeitos! Acho que ganham o público e em diversas partes do filme inclusive torci por eles. Pode ser que consiga atrair os fãs de Jackass por conta de Johnny, mas não sei se eles seriam o público desse filme.

viloes-fora-do-rumo-academia-do-sofa

Os vilões são típicos e caricatos. Muita pose, muito MUAHHH, muito terno caro e muito ‘acabem com eles, vamos eliminá-los ou vamos arrancar seus olhos com uma bola de boliche’. As piadas são fracas e bobinhas, não tiraram de mim nem uma única risada. Uma coisa que vale a pena são as paisagens e cenários da China, tem alguns realmente incríveis e funciona também para quem gosta desse tipo de filme. Não veria novamente, a não ser claro se estivesse passando na Sessão da Tarde!!

2 estrelas

ps: Quase esquecendo a parte que eu realmente gostei! Que até me tirou um leve sorriso e que me fez sentir uma leve esperança na vida, foi Jackie Chan cantando Rolling in the Deep com um coro de chineses. Foi sensacional, nunca achei que viveria para ver isso!

 

Alessandra Ganan

Nasceu e cresceu em São Paulo e hoje é graduada em Letras, Artes Cênicas e Audiovisual, mas quando criança só brincava de ser outras pessoas. Assistiu sua primeira série e filme “de adulto” aos 11 anos e de lá para cá nunca mais parou. Apesar de ariana, é uma pessoa legal.