Browse By

O Sono da Morte (Crítica)

 

O diretor Mike Flanagan está chamando muito a atenção em Hollywood. Dirigindo principalmente filmes de terror e suspense, o cara vem entregado produções bem acima da média e virando sinônimo de coisa boa entre a galera que curte o gênero. Não que suas produções sejam exemplos de originalidade nem nada do tipo, mas é nítido como sua direção é bem feita e transformam histórias simples em coisas interessantes. O Espelho e Hush – A Morte Ouve (disponível na Netflix) são exemplos disso, pois agradaram bastante a crítica e ajudaram a dar uma alavancada na sua carreira, o colocando em projetos maiores, como a sequência de Ouija – O Jogo dos Espíritos que estreia ainda este ano. Talento o cara já provou que tem e seu mais novo filme, mesmo com algumas ressalvas comprova isso. Vem comigo rapidinho que vou contar pra vocês.

O Sono da Morte conta a história de Cody, um menininho órfão que foi adotado por um casal que perdeu seu filho há pouco tempo.  Apesar da carinha doce, o fofo sofre de um problema básico do cotidiano popular mundial: seus sonhos literalmente se tornam realidade. Algo que tinha tudo para ser lindo e mágico toma outras proporções, pois seus pesadelos também ganham vida e podem ter consequências mortais para quem estiver ao seu redor.

O Sono da Morte (2)

Apesar de ser vendido como um terror, é bom ter em mente que O Sono da Morte não é bem isso. Com um título nacional super apelativo, as pessoas provavelmente julgarão este filme de uma maneira indevida; isso por que ele está mais para um drama sobrenatural do que um horror propriamente dito. A trama é bem diferente do que a gente vai imaginando e isso ao meu ver é muito bom, achei interessante o fato da mãe usar os sonhos do garoto para poder ter contato com o filho morto e isso dá um tom bem diferente para o filme, mesmo que revoltante. Apesar do roteiro ser bem inconsistente, em alguns momentos poético e em outros macabro, a condução da trama pelo diretor é muito boa, principalmente quando chega no final e entendemos de verdade o que está acontecendo, é surpreendente, emocionante e a galera que curte psicologia vai pirar. Com certeza o ponto alto do filme  😉

Jacob Tremblay (O Quarto de Jack) interpreta o garotinho e é carisma puro, o moleque dá um verdadeiro show de atuação e carrega facilmente tudo nas costas, deixando as atuações de Thomas Jane e Kate Bosworth com a cara na poeira. Sério, esse menino tem um Exú Mirim inspiradíssimo acompanhando ele, se continuar assim, é fato que vai muito longe, acho muito lindo ver um ator tão jovem entregando uma atuação tão madura e convincente.

O Sono da Morte (3)

O Sono da Morte é um filme legal e mesmo que seu desenvolvimento se torne bobo em alguns momentos, ainda assim estamos diante de uma produção interessante e que está acima de muita coisa lançada nos dias de hoje. Não que seja um exemplo e nem nada do tipo, mas com certeza é uma opção válida para uma noite chuvosa e com uma belíssima pizza lotada de queijo e borda recheada. Com uma história diferente e um final que beira o melancólico e o macabro, acho que vale a pena dar uma chance sim, só não vale se influenciar pelo título idiota e ficar esperando um grande terror, pois isso definitivamente você não vai achar.

estrelas-09-11



Victor Piacenti
Editor Chefe | | Também do autor.

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>