Riverdale – PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Browse By

Estreou nos EUA na última quinta-feira (26) a série Riverdale, uma produção do canal CW baseada em um desenho dos anos 60. A emissora que tem no currículo sucessos como The Vampire Diaries e Supernatural, tem com essa nova série a missão de conquistar a galera que em breve ficará orfã da turminha dos vampiros – que chega ao fim na oitava temporada – e pelo que vimos nesse piloto, o canal não poupou esforços para fazer com que isso provavelmente aconteça.

A história é bem básica, acompanhamos a pacata cidadezinha de Riverdale, que do dia para a noite se vê abalada diante do assassinato de um adolescente e a partir daí a verdadeira face de muitos dos seus moradores começa a vir à tona.

Diferente de outras séries parecidas e voltadas para o público adolescente, Riverdale tem um tom nitidamente mais adulto e pelo que pudemos entender os personagens tem problemas mais relevantes a serem enfrentados. Não que ela fuja daquele esquema básico de ”minha amiga tá interessada no meu boy”, mas no piloto vimos que apesar desses temas serem retratados, será com uma abordagem um tanto quanto mais séria. Se continuar nesse caminho, a série tem tudo para se tornar uma verdadeira pérola e conquistar até mesmo um público mais velho, já que o fato dela também girar em torno de um assassinato chama bastante a atenção do povo e sempre é algo com potencial para dar certo, basta ter um foco. Como disse antes, a CW não está poupando esforços com marketing, resta saber se vão suprir essa expectativa que criaram.

Algo que também chama a atenção em Riverdale é o seu visual, uma mistura do vintage com o moderno, sua fotografia enevoada consegue emular um leve suspense e mesmo que esse primeiro episódio limite-se apenas na apresentação de seus personagens e estereótipos, dá para sacar quem tem muita coisa vindo por aí. Aparenta ser uma mistura de Pretty Little Liars e Gossip Girl, mas espero de verdade que sem toda aquela enrolação, afinal, uma trama sobre assassinato e segredos de uma cidade são sempre gostosas de acompanhar, desde que tenha um ritmo legal e não subestime o espectador, ainda não deu para sacar muito bem o que pretendem fazer daqui para a frente, mas pelo visto será uma série interessante de acompanhar se seu desenvolvimento favorecer. Os 13 episódios encomendados são ideais para manter o climão e isso já é um começo, não é verdade?

Se Riverdale será um sucesso ou não, ainda é cedo para dizer, mas o elenco está muito bom, os personagens tem bastante personalidade e a história em si tem tudo para ser no mínimo divertida. Claro, como se trata de um piloto é muito cedo para falar sobre qualquer coisa que vá além, mas acredito que essa foi uma grata surpresa e tenho a sensação de que ainda ouviremos falar muito dela num futuro não muito distante.  Vale dar uma olhada… vai que, né? 😉


Semana que vem falaremos sobre o segundo episódio, não percam 😉
Victor Piacenti
Editor Chefe | | Também do autor.

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>