“Your Name” é um filme que dá gosto de assistir.

 

Lançado em 2016, Your Name é um anime dirigido por Makoto Shinkai (O Jardim das Palavras) que ganhou muita notoriedade desde o seu lançamento. Fazendo um sucesso tremendo no Japão (se tornando o quarto filme mais visto da história no país, e também o quinto filme não falado em inglês mais lucrativo no mundo) não demorou muito para que essa história se tornasse uma verdadeira febre entre os adolescentes. Muito falado em redes sociais, Hollywood já encomendou até uma versão live action que chegará em nos próximos anos aos cinemas. Sobre o que ele fala? Vem cá que vou te contar sem spoilers 😉

Your Name acompanha a história de Taki e Mitsuha, dois adolescentes que não se conhecem e moram em lados distintos do Japão. Ambos levam vidas normais, porém, misteriosamente começam a compartilhar de uma estranha conexão, que faz com que assumam a identidade um do outro em dias alternados. Sem saber direito como agir ou o que fazer, eles ficam muito amigos, porém, uma inesperada revelação faz com que o destino dos dois mude para sempre.

Com um visual deslumbrante e uma animação que enche os nossos olhos, tanto pela riqueza de detalhes, quanto pelas cores vivas e traços incríveis, Your Name é um filme que nos agrada não só pelos aspectos estéticos, mas por também contar uma história envolvente, criativa e emocionante. Fiquei tão ligadão no filme, visualmente e emocionalmente, que nem senti o tempo passar, ele é de uma simplicidade enorme e todos os rumos que ele toma, conseguiram me deixar impactado. Principalmente no final, onde foi inevitável aquela lagriminha rolar. O carisma de Taki e Mitsuha é com certeza um grande diferencial e elevam o nível da história, nos afeiçoando e torcendo para que as coisas tenham uma final feliz.

Tudo em Your Name é de uma simplicidade tremenda, seja na construção da amizade entre Taki e Mitsuha, seja no desenrolar da trama ou até mesmo em sua grande reviravolta. O filme flui de uma maneira muito gostosa e acho lindas todas as metáforas ou crenças japonesas que rondam toda a história. Não que eu seja um grande entendedor, mas suas produções tem uma magia única e acaba sendo um exercício a parte pensar em todas as coisas subjetivas que vemos ao longo da narrativa. Repare no lance do cometa se repartindo ou até mesmo no final… tem muito da cultura japonesa por trás e esses detalhes mostram o quanto a história é mais profunda do que pensamos. Vale uma pesquisada pelo Google, garanto 😉

Your Name é um filme muito bem feito, desses que dá gosto de ver e transmite uma mensagem muito bonita e inocente. Além de ser bem divertido e ter bastante humor, ele envolve com uma uma narrativa que vai além do que imaginamos e surpreende por tomar rumos inesperados, com um final que mexeu demais comigo. Se você gosta de histórias que misturam romance e ficção, mas sem cair em sentimentalismo ou no exagero, vai por mim, você não pode perder essa. Como diria Roberta Miranda no Twitter: ‘’olho para o teclado e não sei mais o que dizer, só sentir’’ <3

clique aqui e assista na netflix 

 

Victor Piacenti

Um cara fanático por Stephen King, que sente um prazer imenso ao ver uma cidade sendo destruída na tela do cinema. Além de ser sagitariano, não sabe andar de bicicleta, é viciado em coxinha e acredita (até demais!) em ETs.

>